23 de setembro de 2009

NERO, UM COELHO UM TANTO QUANTO NERVOSO

O compadre Omar, parceiro do estúdio, tremendo arte-finalista e colorista, criou há algum tempo atrás o Coelho Nero, personagem de uma série de tirinhas que ele vem publicando no blog do seu personagem . O Nero é uma figuraça, um tanto complicado, cheio de paranóias, manias e mais um monte de coisas.

Fiz uma versão extremamente paranóica do Nero, rabiscando no caderno de esboços, ontem, numa segunda chuvosa e meio fria enquanto trabalhávamos.
Pra conferir melhor e de perto esse complicado coelho, acessem

3 comentários:

Jerônimo Fagundes de Souza disse...

Não conhecia essa faceta do Omar: roteirista!

LAUDO FERREIRA JR. disse...

Opa, Jerônimo.
Digamos que a faceta que o Omar revelou e muitíssimo bem é a de criador de tirinhas. Esse seu personagem já nasceu pronto!

Toni D'Agostinho disse...

Bem legal, Laudo!
Mas esse coelho está sob o efeito de ilícitos, não?